logo site

Taboão da Serra

Aprígio comemora aprovação das duas vacinas contra o coronavírus e fala sobre vacinação; conheça sobre elas

A Anvisa aprovou, na tarde deste domingo, dia 17 de janeiro, o uso emergencial das vacinas CoronaVac e AstraZeneca para proteger os brasileiros do coronavírus. Duas doses são necessárias para imunizar de maneira segura, afirmam estudos. 

 
Em Taboão da Serra existe um Plano Municipal de Vacinação aprovado pelo governo do Estado de São Paulo.  O prefeito Aprígio comemorou a aprovação das vacinas. 
 
"Taboão está preparado para esse momento. Nosso Plano Municipal de Imunização foi aprovado com louvor e nessa primeira fase de imunização a previsão é vacinar 90 mil taboanenses dos grupos prioritários", afirmou.
 
O secretário de Saúde, José Alberto Tarifa pediu apoio de todos os Taboanenses para evitar aglomerações durante a vacinação. "Com organização e respeito ao calendário vamos vencer essa guerra", comemorou. 
 
A médica epidemiologista e coordenadora dos teste da vacina AstraZeneca, Yin Weckx explicou ao G1 que a partir de uma dose, a vacina já começa a proteger e também começa a proteger acima de 70%.
 
"E com duas doses nós teríamos uma proteção mais prolongada. Outra coisa importante ressaltar é que nenhuma pessoa vacinada com a vacina contra a Covid foi internada ou teve doença grave. Esse é um dado importantíssimo. Ela protege muito contra formas graves e contra internações”. 
 
Em entrevista para a revista Exame, Dr. Daniel Bargieri, infectologista e professor do Departamento de Parasitologia no Instituto de Ciências Biomédicas da Universidade de São Paulo, disse que é importante levar em conta o potencial do imunizante em reduzir os quadros graves que podem levar pacientes à morte. “Se impedimos que quase 80% dos infectados necessitem de auxílio hospitalar, isso já resolve bastante o problema”, disse.
 
Foto iStock

© 2015-2020 Click Regional - Todos os direitos reservados. Site desenvolvido por OSN

logo site