logo site

Taboão da Serra

Bases da GCM, no CSU e Marabá, seguem fechadas para reformas

As bases da Guarda Civil Municipal, localizadas no CSU, Parque Pinheiros e no Marabá foram fechadas para reformas, informou a secretaria de Segurança e Defesa Social de Taboão da Serra. 

 
De acordo com o secretário adjunto tenente Dacal, os guardas trabalhavam em situação insalubre nos locais. “As bases do CSU e do Marabá estão em total situação de ‘podridão’. Tinham baratas e os guardas não tinham condições de ficar lá dentro, sem ar condicionado em um sol de 40°C, além de terem que usar banheiro químico durante o turno”, explicou. 
 
Enquanto as bases aguardam reforma, os GCMs que trabalhavam em ambas foram escalados para fazer rondas com viaturas pela região. “Mesmo que as bases estejam inoperantes, o efetivo está todo na rua, trabalhando com garra e determinação para proteger nossa população taboanense”, declarou Dacal. 
 
Base Marabá  
 
A carreta do Marabá ficava instalada na rotatória entre as ruas Teófilo Otoni e Nae Minei, na divisa com o Campo Limpo. No início deste mês ela foi recolhida e está na Usina (Secretaria de Manutenção), onde passará por reforma antes de voltar para o local. 
 
Segundo Tenente Dacal a base do Marabá voltará impecável.  “A base do Marabá voltará totalmente zerada, nova. Ela estava em situação tão ruim que até o assoalho estava quebrado. Os guardas tinham que colocar madeira para não cair nos buracos. Estava bem abandonada”, disse. 
 
Base CSU 
 
A base móvel do CSU, que fica estacionada em frente à UBS Parque Pinheiros, está fechada temporariamente. As chuvas que atingiram a região no início do mês deixaram a unidade em condições precárias e os GCMs sem condições de atender a população. Ela também será recolhida para higienização e manutenção. 
 
Texto com informações Vera Sampaio e foto Ian Freitas / PMTS

© 2015-2020 Click Regional - Todos os direitos reservados. Site desenvolvido por OSN

logo site