Segurança

Prefeitura de Taboão abre sindicância e afasta GCM após possível aplicação da Coronavac 

A Prefeitura de Taboão da Serra informou que solicitou à Secretaria de Assuntos Jurídicos a abertura de Sindicância para apurar possíveis irregularidades na aplicação da vacina contra a covid-19 e o Guarda Civil Municipal envolvido será afastado de suas funções.
 
"O governo municipal não compactua com ações em desacordo com o calendário vacinal que será cumprido rigorosamente", afirma a nota da Prefeitura. 
 
Em nota o Comitê de Enfrentamento à Covid-19 esclarece que o prefeito José Aprígio da Silva e o secretário de Saúde José Alberto Tarifa desconhecem toda e qualquer aplicação da vacina contra a COVID-19 que esteja em desacordo com o cronograma dos grupos prioritários estabelecido pelo Ministério da Saúde e pelo Governo do Estado de São Paulo.
 
 

Entenda

 

Há uma denúncia que um guarda municipal teria tomado a vacina contra a coronavírus no dia em que a Coronavac chegou na cidade de Taboão, dia 19. A denúncia é do veículo Verbo Online. Nesta etapa, somente profissionais de saúde fazem parte do público-alvo para se imunizarem.

Foto divulgação alertaconcurso

© 2015-2021 Click Regional - Todos os direitos reservados. Site desenvolvido por OSN

logo site